Não podemos deixar cair ”A Comarca de Arganil”. Neste espaço, os leitores do pré-extinto jornal têm a palavra. Vamos dizer o que queremos para o novo rosto d’A Comarca, Vamo-nos unir com um único propósito: reeditar o jornal. Assuma a palavra
03 de Abril de 2010

 

Excerto de notícia publicada no jornal “Diário de Coimbra” dia 3 de Abril, escrito por Isabel Duarte

«Criada Fundação "A Comarca de Arganil"»

A extinta “A Comarca de Arganil” poderá voltar a laborar, com o impulso de uma comissão organizadora que pretende alcançar esse objectivo através da constituição de uma Fundação, dotada de órgãos estatutários e completamente independentes. O anúncio foi feito na última assembleia-geral da Santa Casa da Misericórdia de Arganil que funcionará como a «fiel depositária de donativos» e oferecerá as instalações da futura Academia Condessa das Canas para o jornal laborar.

Para que isso seja possível, é necessário comprar o título daquela empresa que abriu falência, orçado em 35 mil euros e que irá a licitação muito em breve. E para o efeito serão endereçadas cartas, subscritas pelo provedor José Dias Coimbra, a «uma ou duas centenas de pessoas que estejam interessadas em subscrever um valor de 500 e 1000 euros», encontrando-se actualmente já subscritos 5000 euros.

Refira-se que a comissão organizadora que pretende criar a Fundação A Comarca de Arganil é constituída por José Dias Coimbra, pelo presidente da mesa da assembleia-geral, presidente do conselho fiscal e tesoureiro da Santa Casa da Misericórdia de Arganil e ainda por António Carvalhais da Costa, António Lopes Machado, Carlos Andrade, Mário Vale, Nuno Gomes, Nuno Mata e Pedro Pereira Alves. Após a compra do título, será nomeado um conselho de administração para gerir e governar a «futura entidade». Até porque, segundo Dias Coimbra, a Santa Casa da Misericórdia de Arganil, «não tem interesse nenhum nisto», sustentando que o único motivo que o leva a interessar-se por reabilitar a antiga Comarca de Arganil «é a memória de um grande homem arganilense, João Castanheira, que me ensinou que amava a terra e que deu a vida pela Comarca».

As autarquias da Beira Serra – Arganil, Tábua, Oliveira do Hospital, Góis e Pampilhosa da Serra – também foram auscultadas no sentido de darem o seu apoio, no entanto, segundo o presidente da Câmara de Arganil, numa fase inicial «as cinco câmaras acordaram que não
iriam estar envolvidas no projecto, mas depois ajudam de forma a que o jornal possa arrancar com força e vitalidade».»

publicado por anevespedro às 19:29
Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
27
28
29
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO